Norma NR-12: Para que Serve?

Norma NR-12: Para que Serve?

Criada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 1978, a NR-12 tem o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores no uso de máquinas e equipamentos de todos os tipos. A norma é regulamentadora e em seus anexos são definidas as referências técnicas, medidas de proteção e princípios fundamentais. Também apresenta os requisitos mínimos para evitar acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto. Ao longo dos anos, já foram feitas várias alterações na norma, por conta das mudanças constantes no mercado.Conforme a NR-12, a proteção é o elemento usado para oferecer a segurança por meio de barreiras físicas, podendo ser fixas ou móveis. As fixas devem ser mantidas na mesma posição e só podem ser removidas ou abertas com o uso de ferramentas específicas. Já as barreiras móveis podem ser abertas sem o uso de nenhuma ferramenta e elas estão normalmente ligadas através de elementos mecânicos ou a um elemento fixo próximo ao equipamento.A NR-12 também enfatiza os dispositivos de segurança, divididos em 4 diferentes grupos, sendo eles:

  • Comandos Elétricos ou Interfaces de Segurança: São responsáveis por fazer um monitoramento, verificando a interligação, funcionamento e posição de outros dispositivos do sistema e impede que ocorram falhas que afetariam a segurança.
  • Dispositivos de Intertravamento: São chaves de segurança cuja finalidade é impedir o funcionamento de elementos da máquina sob condições específicas. Essa chave tem ação e ruptura positivas, magnéticas e eletrônicas que são codificadas.
  • Válvulas e Blocos de Segurança ou Sistemas Pneumáticos e Hidráulicos de Mesma Eficácia: Podem ser usados os dispositivos de validação que são operados manualmente, que, quando aplicados de modo permanente, habilitam o dispositivo de acionamento. Também são usados dispositivos mecânicos, como limitadores, separadores e empurradores.
  • Sensores de Segurança: São os dispositivos que detectam a presença de quando uma pessoa ou parte do corpo entra na zona de perigo de uma máquina, ou equipamento. Quando isso ocorre, a máquina ou equipamento são impedidas de continuar o processo que pode trazer riscos a pessoa. Essa medida de segurança é comum em cortinas de luz, sensores de posição, ‘laser’ de múltiplos feixes e entre outros.

Essas medidas, somadas aos devidos treinamentos no uso das máquinas, são essenciais para garantir uma produção eficaz e segura, evitando paradas na linha produtiva, acidentes com operadores, e maximizando a eficiência do equipamento. A PRO Marking valoriza a qualidade e segurança acima de tudo, por isso possuímos uma equipe experiente em projetos customizados, garantindo uma solução que atenda perfeitamente a necessidade do cliente, seguindo todas as normas e protocolos de segurança e com treinamento detalhado para os operadores.

Veja mais

Laser do tipo fibra: conheça a tecnologia por trás das nossas máquinas de gravação a laser

SAIBA MAIS

Solda a laser: o guia completo para entender essa tecnologia

SAIBA MAIS

O 5G no Brasil

SAIBA MAIS

A importância da qualidade na empresa

SAIBA MAIS