Vacina antifurto: como funciona e quanto é preciso investir para aplicar

É bem provável que você já tenha escutado esse termo por aí e, se não estiver familiarizado com o seu significado, com certeza ficou confuso. Hoje, nós vamos te ajudar a entender melhor esse assunto.

Frota de caminhões, tipo de veículo que mais utiliza as vacinas antifurto.
Foto: Kevin Bidwell/Pexels

Assim como as vacinas comuns, a vacina antifurto também é sinônimo de proteção

Todo mundo precisa tomar todas as suas vacinas, afinal, elas não garantem apenas que você estará protegido de determinadas doenças, mas também protege todas as pessoas próximas e importantes para você.

Profissional da saúde preparando a aplicação de uma vacina.
Foto: RF._.studio/Pexels

E é justamente por conta dessa segurança a mais contra perigos externos que a vacina antifurto recebe esse nome, pois ela confere uma grande proteção extra ao seu veículo.

É importante lembrar que ela não é uma solução definitiva, algo que acabou completamente com os furtos de veículos, mas que fez uma enorme diferença nas estatísticas, afinal, um ladrão não se interessa em furtar algo que não poderá ser vendido depois.

Como ela funciona?

De uma maneira bem inteligente.

Exemplo de gravação por micropuncionamento em metal.
Exemplo de gravação por micropuncionamento, um dos métodos utilizados em vacinas antifurto. Foto: PRO Marking/Divulgação.

Todo mundo sabe que cada veículo possui um número único, que fica registrado no chassi, e esse número funciona como uma identificação. A vacina antifurto consiste em realizar a gravação permanente desse número em várias outras peças do meio de transporte.

Uma gravação desse tipo é praticamente impossível de remover, o que impede que qualquer uma dessas peças sejam vendidas, afinal, ficará claro que são peças roubadas.

É claro que o ladrão pode também tentar remover essas marcações permanentes e profundas, mas ao fazer isso, elas ficarão adulteradas, o que também impossibilita a venda. Dessa forma, furtar um veículo vacinado se torna mais um problema do que uma vantagem.

Além disso, fitas reflexivas são adicionadas em cada gravação, para que o bandido saiba que seu alvo está vacinado e protegido, o que impede o furto, na maioria das vezes.

Quanto é preciso investir para aplicar a vacina antifurto?

Cálculo de investimentos.
Foto: Tima Miroshnichenko/Pexels

Isso depende de quantos e quais veículos serão vacinados. O valor pode variar, mas no caso de caminhões, por exemplo, é algo entre R$ 600,00 a R$ 1000,00 cada.

As pessoas ou empresas que buscam vacinar seus veículos devem saber que não é necessário comprar uma licença com o DETRAN, pois ela só é exigida em remarcações de chassi. Saiba também que os meios de transporte que recebem a vacina antifurto conseguem descontos na contratação de seguro.

Além disso, é possível realizar a aplicação da vacina tanto com micropuncionamento, quanto com laser. Com a primeira opção é possível marcar todas as peças que sejam de metais ou plásticos duros, enquanto que a segunda permite gravar também os pneus do veículo.

A PRO Marking oferece diversos modelos de máquinas de micropuncionamento, inclusive portáteis. Se preferir uma gravadora a laser, ela pode ser completamente customizada para realizar a aplicação da vacina antifurto da melhor maneira.

Agora que você está familiarizado com o assunto, se quiser saber ainda mais, entre em contato conosco através do nosso site. Nossa equipe está preparada para esclarecer suas dúvidas!

Veja mais

Laser do tipo fibra: conheça a tecnologia por trás das nossas máquinas de gravação a laser

SAIBA MAIS

Solda a laser: o guia completo para entender essa tecnologia

SAIBA MAIS

O 5G no Brasil

SAIBA MAIS

A importância da qualidade na empresa

SAIBA MAIS