Testagem de equipamento: gravadora a laser portátil

No vídeo em questão utilizamos o equipamento Prolase OEM em seu modelo de 50W. Tal equipamento é de uso de um de nossos clientes e amigos da Mais Proteção e, conforme nos fora informado, a máquina apresentou projeções e marcações deslocadas. Isso não só altera a qualidade da gravação da peça, como a confiabilidade necessária para o exercício da rastreabilidade.

Neste caso, o uso para vacina antifurto (jargão utilizado com frequência pela área industrial e automobilística), prevê uma espécie de medida de segurança passiva em que há a prevenção de danos de roubo da peça em si. Aqui vocês acompanham um pouco da finalização (etapa de testes) da manutenção realizada no equipamento.

A priori fizemos uma análise minuciosa, onde fora verificado que o cabo de comunicação entre a placa e o galvo apresentava defeitos. Realizada a troca do mesmo, o equipamento volta a funcionar de forma padrão.

Quer saber mais da Solução PRO Marking e dos nossos demais produtos? Não deixe de acessar nossas redes sociais:

LinkedIn → https://www.linkedin.com/company/prom…

Instagram → https://www.instagram.com/promarkingsjc/

Facebook → https://www.facebook.com/PRO-Marking-102046405875660

YouTube → https://www.youtube.com/@promarking-rastreabilidade29

Veja mais

Laser do tipo fibra: conheça a tecnologia por trás das nossas máquinas de gravação a laser

SAIBA MAIS

Solda a laser: o guia completo para entender essa tecnologia

SAIBA MAIS

O 5G no Brasil

SAIBA MAIS

A importância da qualidade na empresa

SAIBA MAIS